Ando vendo por aí

O que acho dessa teoria maluca dos Astronautas do Passado

ver post

A Múmia 3: O Túmulo do Imperador Dragão

Fui ver A Múmia 3 no cinema essa sexta, na estréia. E, não sei se só sou eu que acho isso, mas o cinema aqui só lota em estréia quando é Harry Potter… achei que lotaria em Batman (que estou adiando o máximo para falar sobre ele), mas nem lotou.

Mas voltando a Múmia.

Começamos contando como o imperador e todo o seu exército (o exército de terracota) virou pedra, e ali vem um personagem muito importante para a história, fora o Jet-Li. Que, aliás, nunca tinha visto ele no papel de vilão.

Depois vemos o Rick O’Connell (Brendan Fraser) entediado. Tentando pescar um peixe. Acaba, na verdade, pescando ele mesmo… então parte pra bala. Exatamente. Pescando peixe na bala.

Depois a mulher dele Evelyn (Maria Bello – que eu já tinha visto em Coyote Ugly – Show Bar) fazendo a leitura do seu livro, A Múmia. Ela está tentando escrever uma continuação para o livro, mas não tem inspiração.

Ler mais? Clica aí em baixo =D

Os dois estão vivendo vidas normais, chatérrimas e querendo, mesmo que não digam, que tudo aquilo mude e eles voltem a viver aventuras.

Do outro lado está o filho deles, Alex O’Connell (Luke Ford), escavando a tumba do Imperador dragão. Ele está na china morando com o tio, enquanto diz aos pais que está na faculdade.

Então acontece o chamado a aventura, John e sua mulher devem levar uma peça (que não lembro o nome nem a pau) de volta a China. Acontece que essa peça é a que faz o Impedador Han despertar.

Não quero estragar contando toda a história!!! Mas olhem só, tem uma viajem irada a China, dragão de três cabeças, Yeti (Pé Grande, Abominável Homem das Neves), avalanche no himalaia, bala pra todo lado, piloto de avião chamado Mad Dog (huiehueihuehuie) e mortos vivos.

Efeitos especiais fodas e cenas de artes marciais incríveis, claro. Então qual a nota? 10! Brendan arrasa.