Ando vendo por aí

Leitura geek de férias – Uncharted: O Quarto Labirinto

Eu tô meio atrasada nas leituras, mas esses dias decidi ler uns livros baseados em videogames. Eu sei que tem uns livros que falam sobre o jogo, personagens e etc, tipo um glossário com tudo que tem no jogo, mas não era essa a minha onda. Eu queria mesmo um livro normal; uma história com começo, meio e fim, então resolvi comprar Uncharted – O Quarto Labirinto e os três primeiros livros da série Assassin’s Creed: Renascença, Irmandade e A Cruzada Secreta.

O primeiro que estou lendo e sobre o qual comentarei neste post: Uncharted.

uncharted-games

Nathan Drake é um dos personagens mais carismáticos de todos os games que já joguei. Uncharted é uma série de jogos exclusiva da Playstation e, até agora, foram lançados 3 deles (a franquia mais legal do Play, se querem saber minha opinião). O primeiro, Drake’s Fortune, o segundo, Among Thieves e o terceiro, Drake’s Deception.

Antes de entrar na história do livro, vale contar um pouco sobre os jogos. Em todos os jogos da franquia, você joga como o personagem principal, Nathan Drake, um explorador e caçador de relíquias. Ele tem um senso de humor que pode ser considerado meio vulgar e muito sarcástico, tirando onda das situações absurdas em que se mete, juntamente com seu melhor amigo e mentor, Victor Sullivan, o Sully.

drake-sully

Na real, eu considero o Drake a versão masculina da Lara Croft. PS: é muito fácil se apaixonar pelo Nathan Drake mesmo tendo plena consciência de que ele é um personagem fictício.

Drake e Sulivan geralmente se juntam a personagens secundários para apanhar (na maioria das vezes, roubar) objetos históricos e receberem recompensas por isso (principalmente dinheiro).

Ok, agora que já sabem um pouco sobre a história do jogo, o escritor Christopher Golden, escreveu Uncharted: O Quarto Labirinto.

uncharted-livro

Eu ainda estou no começo do livro e devo dizer, não virei fã da escrita do Christopher. Ele enrola bastante, usa muitos adjetivos pra descrever coisas sem necessidade, o que torna a leitura pesada e bastante cansativa… Mas, agora que comecei não posso parar. Talvez as coisas melhorem quando a ação começar a rolar. Porque se tem uma coisa que os jogos da franquia Uncharted têm, meus jovens, essa coisa é ação.

A história do livro é a seguinte: o arqueólogo Luka Hzujak, amigo pessoal de Sully, é assassinado e seu corpo, esquartejado, é deixado numa mala no metrô de Nova York. Sully, então, recorre ao seu pupilo, Nathan, para ajudá-lo a desvendar o mistério, que envolve labirintos da antiguidade e os tesouros que eles podem guardar.

A esperança é que o livro seja interessante! Quando eu terminar, posto o review! Ah, o livro está em promoção no site do Extra. 14 Reais! \o/

 Sobre os livros da série Assassin’s Creed, quando eu chegar neles, faço outros posts! Até lá!

PS: Feliz Ano Novo =P