Ando vendo por aí

O que acho dessa teoria maluca dos Astronautas do Passado

ver post

Livros que merecem ser divulgados!

Eu falo bastante de filmes aqui, dos novos, dos antigos, dos fodas, dos nem tão fodas… Mas nunca falei sobre livros. Até agora =D

Estou lendo 2 livros muito bons. E um terceiro bem diferente pra animar.

O primeiro é A JORNADA DO ESCRITOR. Acho que todo mundo que quer escrever algo realmente bom deve ler esse livro. Ele faz uma instrospectiva desde o começo, antes de você realmente começar a escrever a história. Ele faz você conhecer seu personagem primeiro, como se fosse seu melhor amigo, seu irmão. Ele faz você perceber tantas coisas sobre o desenvolvimento de estórias que fez meu cérebro explodir! Muito legal mesmo. E a cada capítulo temos exercícios para conhecermos melhor nossa estória, personagens, seus mundos. Ele dá vários exemplos míticos, detalha e explica várias partes de roteiros famosos, para ilustrar suas palavras. Certeza que você vai escrever mais consciente depois de ler esse camaradinha aqui.

O segundo é NÃO EXISTE CRIME PERFEITO. Eu adoro essa coisa de detetive. Lembro que quando era pequena ficava tentando descobrir as coisas, pelo puro prazer de ter uma resposta e chegar ao final. Esse livro é feito de relatos de pessoas que trabalham para a polícia, como a perícia, detetives, xerifes, etc. Eles falam sobre os crimes em suas cidades e como foram desvendados. Os peritos dizem o que as pessoas devem fazer em locais de crime, o que elas devem procurar, no que devem ter foco. É simplesmente foda.

O terceiro é OS PRIMEIROS DIAS e comprei só pra sair do caminho de livros ‘didáticos’. É uma história de ficção de vampiros. Eu gosto de vampiros, acho interessantes todo o lance da imortalidade e de ‘roubar’ a vida dos outros. Como se roubassem a juventude das pessoas, ou algo assim. Mas esse livro me chamou a atenção por ser diferente. Nós estamos acostumados a ver um vampiro passando o ‘vampirismo’ para outra pessoa mordendo o pescoço dela (alguém sabe a história do Beijo? Onde o vampiro passa o sangue dele pra pessoa e transforma ela em Vampiro também?). Pois é, nesse livro a forma de transmissão é diferente… é sexual. Uau. Diferente, hein? Legal.

É isso! Dicas de livros agora. Tá chique demais! Bancando a intelectual! HUIHUAIHAUIHUIA