Ando vendo por aí

O que acho dessa teoria maluca dos Astronautas do Passado

ver post

Minha viagem pra Disney, em 2013

ver post

Os piores do ano

Continuando com a série “Melhores e Piores do ano”, surge a lista do Framboesa, praticamente. Tem filme que é tão ruim que nem o Framboesa aceita! HAUIUIAHUIAHUIAHI

Dessa vez vou dar uma cortada no post, pra não maltratar a internet de vocês ;* heuiheui Cliquem em Leia mais, vulgo, Read more.

E vamos aos ilustres ‘ganhadores’!

OS PIORES DE 2008:

Guru do Amor (The Love Guru)

Esse vai levar todos os prêmios do Framboesa. Coitado do Justin, só teve ele de comédia.


O Grande Dave (Meet Dave / Starship Dave)

O Eddie Murphy é um grande ator. Fico p. da vida quando pegam um ator fera e cagam com ele.


Camp Rock (Camp Rock)

Eu naturalmente adoro filme da Disney… menos esse. Engraçada uma cena que os irmãos Jonas estão cantando, todos muitíssimo empolgados com suas calças justas, daí escutamos uma bateria. (MISTÉRIO) E ninguém tocava bateria. Sério, tinha o fantasma do playback da bateria no filme inteiro. O filme não foi tão péssimo assim, vale ressaltar, mas em comparação com os que assisti, teve que entrar na lista. Apesar de “this is real, this is me…” ficar na cabeça e você passar a cantarolar a música até no banheiro.

A Ilha da Imaginação (Nim´s Island)

Cartazes enganam.  Nem o Gerard de Indiana Jones salvou.

Meu Nome é Taylor, Drillbit Taylor (Drillbit Taylor)

Eu gosto do Owen Wilson, mas que diabo foi esse filme? Já até falei sobre ele. Engraçadinhas algumas partes, mas… bizarro!

O Incrível Hulk (The Incredible Hulk)

Não me agrado com o Incrível Hulk. Também não me agrada ele vir fazer só Deus sabe o quê numa fábrica do Brasil, seguido por um péssimo dublador em português pra o primeiro vilão da história. Um donzelo qualquer que não gostava dele na fábrica. Sério. Não ficou legal. Apesar do Hulk ter ficado muito melhor que o primeiro. Ainda não vejo um sentido muito lógico no Hulk… mas beleza… a vida é assim.