Ando vendo por aí

Disney 2013 \o/

lounge-empreendedor-disney-um-mundo-de-experiencia

Esse ano vou ter a oportunidade de realizar um antigo sonho. Saca só: 10 dias em Orlando (4 na Disney, 2 na Universal e o resto de boa na lagoa, quem sabe dar uma volta em Miami).

im-so-excited

Quando eu tava me preparando pra ir, procurando na internet coisas que pudessem me ajudar a entender o processo de uma viagem internacional (porque essa será minha primeira) e o que tem de legal pra se fazer por aquela banda, percebi que a dúvida era recorrente.

Eu planejava fazer um vídeo, mas a timidez não permitiu heiuehiuehiue Quem sabe mais pra frente!

tumblr_lg2kaoSXtH1qavso0

A gente se sente meio perdido de primeira, então resolvi fazer uma espécie de passo-a-passo do que é preciso pra se viajar (mais especificamente para a Disney). Como esse parque específico fica nos Estados Unidos, tem umas coisas que são necessárias antes de mais nada:

1 – PASSAPORTE

passaporte

Pra fazer qualquer viagem internacional, você precisa apresentar o passaporte.

Caso você não tenha, é só acessar o site da Polícia Federal e Requerer seu Passaporte. O formulário é bem simples e tem 4 etapas. Lá você vai dar seus dados (nome, endereço, certidão de nascimento… essas coisas) e, no final, vai marcar o dia e o lugar onde você terá que ir pra fazer o passaporte.

No meu caso, fui no posto da Polícia Federal do Aeroporto. Quando você for, precisará dos documentos (tem lá no site quais são) e do boleto pago. Você vai esperar sua vez (é até rápido), e então eles tiram suas impressões digitais e foto pro passaporte. Depois de alguns dias (uma semana, acho), é só ir buscar o passaporte e se preparar para a segunda etapa.

2 – O VISTO

— 1ª ETAPA • REQUERER O VISTO —
Para ir como turista pra os EUA, você precisará do visto DS-160, que pode ser tirado por aqui. É preciso ter uma foto também, que você vai upar no site e responder uma série de perguntas. Tudo está em inglês, mas você pode ler os textos em português (de Portugal, mas é quase igual ao nosso) ao passar o mouse sobre eles, se você escolher (no canto direito – em cima), a língua Português , no select. São muitas perguntas, inclusive onde você vai ficar quando estiver lá (mas não é necessariamente obrigatório você ficar nesse lugar). Pode parecer meio assustador no começo, porque são REALMENTE MUITAS perguntas, mas é tranquilo e se você não tiver tempo de responder todas as perguntas de uma vez, pode salvar e continuar depois.

— 2ª ETAPA • MARCAR ENTREVISTA —
Depois de responder a todas as perguntas e terminar o requerimento do visto, é preciso marcar a entrevista (Vai precisar ter um código do requerimento anterior). Ah, nessa etapa você precisa pagar uma taxa que vai depender muito do dólar. Se você for com mais pessoas, pode marcar todos de uma vez (eu não sabia disso!). Para marcar, é só acessar o site http://brazil.usvisa-info.com. Você vai fazer uma conta lá e a agendar. No meu caso, precisei ir primeiro num CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto) e depois no consulado, fazer uma entrevista. No CASV fiz algo parecido com o que fiz no passaporte, tirei a foto e coloquei minhas impressões. Não durou nem 10 minutos.

Depois do CASV fui para o Consulado. PS: Não pode entrar com bolsa ou aparelho eletrônico lá.

São muitas filas, mas elas andam rapidamente, então é tranquilo. No meu caso, o rapaz que me entrevistou, perguntou porque eu estava indo, com quem eu estava indo, para onde e por quanto tempo. Também perguntou o que faziam os meus pais, qual minha profissão e quanto eu ganhava. Ali mesmo, ele já aprovou meu visto. Depois de alguns dias, recebi um e-mail dizendo o dia em que poderia buscar meu passaporte com o visto (Sim, o passaporte fica com eles até que você seja liberado pra buscá-lo). Não me lembro quanto tempo passei lá, mas não me pareceu tanto tempo assim, no máximo uns 40 minutos.

3 – O HOTEL

Com o passaporte e visto nas mãos, agora é só procurar o que você vai fazer na terra do Tio Sam.

Pra pesquisar os hotéis, resortes e etc, nós usamos basicamente:

  • Trip Advisor (pra saber o que as pessoas acham do hotel, nota, o que tinha pra se fazer ao redor, etc)
  • Booking.com (não divide o preço total no cartão INTERNACIONAL)
  • Decolar.com (divide em até 12x, dependendo do cartão/hotél – aceita cartão nacional)
  • Hoteis.com (também divide no cartão  – aceita cartão nacional)

Acabamos comprando no Hoteis.com porque encontramos uma promoção legal. Tem muitos hotéis legais dentro e fora do complexo Disney e também da Universal, mas preferimos ficar fora porque deu mais uma sensação de liberdade. Sei lá, pode ser viagem, mas a gente pensou assim.

sim

4 – PASSAGEM AÉREA
956FQ

A gente foi pesquisar quais empresas aéreas ou sites de serviços realizavam os vôos. Achamos, na época, as seguintes:

Acabamos comprando pela Copa Airlines, porque estava MUITO mais em conta. Viajando por essa companhia aérea, você vai obrigatoriamente fazer uma escala no Panamá. Como Panamá é bem bonito, acho que vale a pena. Por que não compramos na decolar.com direto? Se a gente fosse fazer vários vôos (ex.: NY – Washington – Orlando – Miami), seria uma boa, principalmente porque é possível dividir a compra, mas eles acrescentam uma taxa. Como só íamos pra um lugar, decidimos comprar com a própria COPA e pagar só as taxas referentes ao nosso vôo. É possível comprar no cartão (internacional) e não pode dividir.

5 – Parques

hogwarts

A coisa mais cara de toda a viagem. Eu me impressionei bastante com isso. Por onde você pode comprar (pela Internet):

E você também pode comprar por agências. Comprei os meus pela CVC, porque a diferença entre os preços dos acima foi pouca. Mas, pelo bem dos seus bolsos, não compre hotéis ou passagens aéreas por agências, é sério, é facada… Por que eu digo isso? Porque quando alugamos um quarto de hotel, pagamos o preço do quarto. A CVC (e, provavelmente outras agências de viagem) cobra o preço do quarto POR PESSOA. Exemplo, você vai viajar com sua família, 4 pessoas. O preço na decolar.com e afins é R$1.000,00, na CVC o mesmo hotel sairá por R$4.000,00. Tá de brincation, né?

6 – Seguro

Por fim, a última coisa que fiz foi um seguro de vida pra mim e meu irmão, também pela CVC e foi barato. Há diversos tipos de seguro, se você é paranoico demais, tem um que cobre absolutamente tudo, mas aí você vai desembolsar uma grana muito mais alta do que o comum.

6 – A grana pra levar

Auto-explicativo. Primeiro porque você PRECISA levar grana. Depois porque é impossível você ir pra Orlando/Miami e não gastar OBAMAS. O dólar também resolveu tirar onda e ir lá pra casa do caralho, só pra dificultar a vida de todo mundo. Ouvi dizer que o pessoal lá em Orlando é movido a ticket de desconto! Sou muito noob com esses lances ainda, mas espero fazer umas compras interessantes.

BOAS FÉRIAS PRA GENTE, NÉ! \o/